30 de ago de 2016

NEW
DESCULPEM OS TRANSTORNOS. ESTAMOS MUDANDO DE PERFIL. NOVO LAYOUT. VOLTAREMOS COM MUITA NOVIDADES

DESCULPEM OS TRANSTORNOS. ESTAMOS MUDANDO DE PERFIL. NOVO LAYOUT. VOLTAREMOS COM MUITA NOVIDADES

Read More

28 de ago de 2016

http://i0.wp.com/www.blogdogordinho.com.br/site/wp-content/uploads/2015/08/anisio.jpg 

O deputado estadual Anísio Maia (PT) minimizou as críticas do candidato do seu partido, professor Charliton Machado (PT), tem feito à candidata do PSB, Cida Ramos. O petista reforçou o apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB) na Assembleia Legislativa, mas admitiu que as divergências existem e que não podem deixar de ganhar destaque em função […]

O deputado estadual Anísio Maia (PT) minimizou as críticas do candidato do seu partido, professor Charliton Machado (PT), tem feito à candidata do PSB, Cida Ramos. O petista reforçou o apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB) na Assembleia Legislativa, mas admitiu que as divergências existem e que não podem deixar de ganhar destaque em função de uma provável união entre os partidos no segundo turno.

“Em João Pessoa, temos divergências, o nosso candidato tem ideias para a cidade, assim como o governador tem sua candidata que tem ideias para a cidade. Nesse aspecto, temos divergências políticas”, declarou.

Ele destacou que o PT é um partido independente e precisa fazer o debate no primeiro turno das eleições.

“Segundo turno é segundo turno. Nós não podemos ficar estruturando a nossa estratégia tendo em vista um segundo turno. No primeiro turno, vamos mostrar que Charliton tem conhecimento sobre a cidade, tem postura de candidato e de possível prefeito e ele já mostrou isso. O segundo turno é outro momento, não vamos nos preocupar com ele agora”, disse.

O parlamentar observou, porém, que o maior adversário do PSB e do PT é o prefeito e candidato a reeleição Luciano Cartaxo (PSD).

“Entendemos que nosso adversário principal é o prefeito da cidade, é a ele que faremos oposição, mas também podemos deixar de destacar nossas divergências com a candidata apoiada pelo governador Ricardo Coutinho”, falou.




FolhadaPB, com blog do Gordinho

Deputado minimiza confronto entre PT e PSB em JP e reforça apoio a RC na AL

Read More

Passeio ciclístico, gravações para o guia eleitoral e visitas a mercados públicos estão na agenda de campanha deste domingo (27) dos candidatos a prefeito de Campina Grande.

Adriano Galdino (PSB) optou por participar de um café da manhã no bairro do Araxá, a partir das 8h e se reunir com lideranças às 11h. À tarde e à noite ele faz reuniões com a equipe de campanha.
Na agenda de Artur Bolinha (PPS) constam visitas ao distrito de Catolé de Boa Vista e a lideranças durante a manhã e tarde. À noite ele fará gravações para o guia eleitoral.

Romero Rodrigues (PSDB) participa de passei ciclístico e do lançamento de uma candidatura a vereador no período da manhã. À tarde será reservada para a gravação do seu guia eleitoral e ação no bairro da Palmeira.

O peemedebista Veneziano Vital do Rêgo durante a manhã visita os mercados da Liberdade e das Malvinas e participa de caminhada no bairro de Bodocongó. À tarde grava o guia eleitora e à noite tem encontro com lideranças.
As agendas de campanha de Walter Brito Neto (PEN) e Davi Lobão (PSOL) não foram divulgadas.

Passeio ciclístico e visita a mercados públicos estão na agenda dos candidatos a prefeito de Campina

Read More

"Nunca é suficiente repetir que é golpe. Ter criado esse precedente foi um crime", disse a atriz Sonia Braga sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff, na noite de ontem, em Gramado (RS); no início deste ano, Sonia participou dos protestos em Cannes contra o golpe de 2016 no Brasil, o que levou o governo interino de Michel Temer a praticamente censurar o filme, com uma classificação indicativa de 18 anos; "A democracia ainda é a melhor forma de sociedade", diz o diretor Kleber Mendonça Filho.

247 – Um dos principais nomes da cultura brasileira, a atriz Sonia Braga voltou a protestar contra o golpe de 2016, que afastou temporariamente a presidente Dilma Rousseff, colocando em seu lugar o interino Michel Temer.

"Nunca é suficiente repetir que é golpe. Ter criado esse precedente foi um crime", disse ela, em Gramado (RS).

Sonia protagoniza o filme "Aquarius", de Kleber Mendonça Filho, que abriu o Festival de Gramado na sexta-feira aos gritos de "Fora, Temer", vindos do público.

Sonia e o elenco participaram de um protesto em Cannes, no início deste ano, contra o golpe de 2016 no Brasil, o que levou o governo interino de Michel Temer a praticamente censurar o filme, com uma classificação indicativa de 18 anos.

Em Gramado, o interino da Cultura, Marcelo Calero, também foi chamado de golpista.

"O que me motivou foi um senso de cidadania", disse Kleber Mendonça Filho, sobre os protestos em Cannes. "A democracia ainda é a melhor forma de sociedade. Quando se quebra esse processo, a situação torna-se problemática. Fora do sistema democrático tem quem não o aceite. Foi um gesto, mais do que um ato."

SONIA BRAGA: NUNCA É SUFICIENTE REPETIR QUE É GOLPE

Read More

Presidente eleita por 54,5 milhões de brasileiros vai enfrentar seus algozes na segunda-feira (29) na sessão do Senado que a julga por crime de responsabilidade; condenada, terá confirmado seu afastamento, hoje provisório; desde que deixou o comando do País, há 109 dias, a “dama de ferro” do PT mantém-se firme no enfrentamento do golpe; no dia 24, em seu último ato público, Dilma bradou seu grito de guerra; “Hoje eu não tenho de renunciar, não tenho de me suicidar, não tenho de fugir para o Uruguai”, disse, em referência a presidentes que tiveram mandatos interrompidos: Getúlio Vargas, Jânio Quadros e João Goulart; Dilma vai para o campo de batalha: “A única coisa que mata as parasitas antidemocráticas é o oxigênio do debate, da crítica e da verdade”.

247 - Dilma vai enfrentar seus algozes nesta segunda-feira (29), na sessão do Senado que a julga por crime de responsabilidade. Condenada, terá confirmado seu afastamento, hoje provisório, a despeito de seus 54,5 milhões de votos. Desde que deixou o comando do País, há 109 dias, a “dama de ferro” do PT mantém-se firme no enfrentamento do golpe.

No último dia 24, em seu último ato público, Dilma cunhou seu grito de guerra: “Hoje eu não tenho de renunciar, não tenho de me suicidar, não tenho de fugir para o Uruguai”. Fez alusão a Jânio Quadros, Getúlio Vargas e João Goulart, antecessores que, como ela, viveram situações limites no exercício da Presidência da República Federativa do Brasil.

O último ato público de Dilma aconteceu no Teatro dos Bancários, em Brasília, no “Ato em Defesa da Democracia”. Em seu discurso, a petista afirmou que vai ao Senado, na próxima segunda-feira, defender a democracia. “Vou ao Senado defender a democracia, o projeto político que eu represento, defender os interesses legítimos do povo brasileiro e, sobretudo, construir os instrumentos que permitam que isso nunca mais aconteça em nosso país”, discursou.

Dilma sustentou que o “golpe” que enfrenta é diferente do liderado pelos militares que conduziu o país a uma ditadura de 21 anos. Segundo ela, o golpe militar é como um machado que derruba os direitos fundamentais das pessoas. Já o processo em curso contra ela, ressaltou, é como uma invasão da “árvore da democracia” por parasitas.

“A única coisa que mata as parasitas antidemocráticas é o oxigênio do debate, da crítica e da verdade”, ensinou.

DILMA: NÃO SUICIDO, NÃO RENUNCIO E NÃO FUJO

Read More

"Depois da provável cassação da Dilma pelo Senado, ainda falta um ato para que se possa dizer que la commedia è finita: a absolvição do Eduardo Cunha", diz o escritor Luis Fernando Verissimo, um dos maiores intelectuais brasileiros; "Pela lógica destes dias, depois da cassação da Dilma, o passo seguinte óbvio seria condecorarem o Eduardo Cunha. Manifestantes: às ruas para pedir justiça para Eduardo Cunha!"; neste fim se semana, Le Monde e New York Times ridicularizam o Brasil; no jornal francês, o impeachment foi chamado de golpe ou farsa; no NYT, Dilma é devorada por ratos; Verissimo faz ainda um lembrete: "evite olhar-se no espelho e descobrir que, nesta ópera, o palhaço somos nós".

247 – A tragicomédia brasileira de 2016, em que a presidente honesta é afastada por políticos corruptos, por meio de um golpe parlamentar, foi retratada pelo escritor Luis Fernando Verissimo, no artigo Ri, palhaço.

"Depois da provável cassação da Dilma pelo Senado, ainda falta um ato para que se possa dizer que la commedia è finita: a absolvição do Eduardo Cunha. Nossa situação é como a ópera “Pagliacci”, uma tragicomédia, burlesca e triste ao mesmo tempo. E acaba mal", diz ele.

"O Eduardo Cunha pode ganhar mais tempo antes de ser julgado, tempo para o corporativismo aflorar, e os parlamentares se darem conta do que estão fazendo, punindo o homem que, afinal, é o herói do impeachment. Foi dele que partiu o processo que está chegando ao seu fim previsível agora. Pela lógica destes dias, depois da cassação da Dilma, o passo seguinte óbvio seria condecorarem o Eduardo Cunha. Manifestantes: às ruas para pedir justiça para Eduardo Cunha!"

Verissimo faz ainda um lembrete: "evite olhar-se no espelho e descobrir que, nesta ópera, o palhaço somos nós."

Neste fim se semana, Le Monde e New York Times ridicularizam o Brasil. No jornal francês, o impeachment foi chamado de golpe ou farsa (leia aqui). No NYT, Dilma é devorada por ratos (aqui).

VERISSIMO: BRASILEIROS FORAM FEITOS DE PALHAÇOS

Read More

O candidato a prefeito pela coligação “Pra Mudar Campina”, Adriano Galdino (PSB), e o vice, Inácio Falcão (PT do B), assistiram as peças do guia eleitoral junto à militância e autoridades da Rainha da Borborema. O evento aconteceu na noite de ontem (26), no Palácio das Artes Suellen Carolini.

Em sua fala, Adriano relatou o que tem sentido nos bairros que percorre. “Temos crescido em número e em energia. Onde passamos, sentimos o desejo de mudança. Iniciamos nossa jornada com algumas dúvidas, mas hoje temos a certeza que o povo de Campina nos colocará na gestão da cidade, porque sabem que só quem vem do povo entende suas necessidades. Eu e Inácio nos colocamos para transformar a vida dos que mais precisam. Esta é nossa prioridade”, disse.

O responsável pelo marketing da coligação “Pra Mudar Campina”, o jornalista e publicitário Ruy Dantas, destacou a força da candidatura de Adriano Galdino e Inácio Falcão. “Adriano é um vitorioso, um homem que conseguiu superar todas as dificuldades e chegar onde chegou. Ele trabalha, conhece as lutas diárias do povo de Campina. Da mesma forma Inácio, que vem do povo e está ao lado dos que precisam, exemplo disso são os trabalhos que realiza na área de assistência à saúde”, disse.

Adriano e Inácio assistem guia junto aos militantes e candidatos da coligação “Pra Mudar Campina”

Read More

27 de ago de 2016

Dois irmãos de dois e três anos de idade morreram carbonizados durante um incêndio provocado por uma vela, no bairro Monte Castelo, em Campina Grande. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a principal suspeita é que o incêndio tenha sido provocado por uma vela.

Após perceberem que fumaça saía da casa, vizinhos arrombaram a porta e utilizaram baldes de água para apagar o fogo, mas as chamas já eram intensas. No momento do incêndio as crianças estavam sozinhas em casa.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, porém, ao chegar ao local já encontrou os irmãos mortos. Uma perícia será realizada no local para identificar as causas do incêndio.

MaisPB

Duas crianças morrem carbonizadas durante incêndio em Campina Grande

Read More

Na agenda dos candidatos à Prefeitura de João Pessoa constam caminhadas, reuniões, panfletagem e carreata. No período da manhã, o professor Charliton Machado, do PT, faz panfletagem e caminhada no bairro de Mandacaru. Às 15h faz gravações para o guia eleitoral. Já no período da noite assiste do jogo do Botafogo, no Almeidão.

Cida Ramos, candidata pela coligação ‘Trabalho de Verdade’, inicia o dia com um café da manhã na comunidade Bom Samaritano, no bairro do Cristo. Ainda no período da manhã, participa de ocupações em vários bairros. No período da tarde participa do lançamento de uma candidatura a vereador, faz caminhada na comunidade Boa Esperança, carreata no Centro e tem reunião com movimento de moradia. À noite, a socialista participa de uma plenária no Cristo e de um torneio de futebol no bairro das Indústrias.

O candidato do PSD, Luciano Cartaxo, faz gravações para o guia eleitoral durante a manhã e no período da tarde participa de uma caminhada no Valentina, com concentração em frente a UPA.

A agenda do candidato do PSOL, Victor Hugo, não foi divulgada.

MaisPB

Candidatos à PMJP participam de caminhadas, panfletagens e jogos de futebol neste sábado

Read More

Copyright © 2015 Folha da PB | Distributed By Blogger Template | Designed By Blogger Templates
Scroll To Top