Educação

Participantes do 5º Festival Internacional de Música Clássica elogiam evento realizado pela PMJP

Publicado dia 05/12/2017 às 08h04min
Além do Brasil, participaram músicos da Bulgária, Geórgia, Holanda, Islândia, Israel, Polônia, República Tcheca, Rússia e Ucrânia.

O 5º Festival Internacional de Música Clássica agradou o público, que lotou as igrejas do Centro Histórico e também o Parque da Lagoa, no encerramento do evento, promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério da Cultura (Minc).

O Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa foi realizado no período de 26 de novembro a 2 de dezembro, e durante esses sete dias, foram realizados 23 concertos e 14 masterclasses. O evento contou com mais de 20 atrações de dez países diferentes. Além do Brasil, participaram músicos da Bulgária, Geórgia, Holanda, Islândia, Israel, Polônia, República Tcheca, Rússia e Ucrânia.

O diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, destacou a participação do público, que compareceu em massa e fez o sucesso do evento. “A população de João Pessoa abraçou esse Festival, um evento que já faz parte do calendário da cidade. A cada edição a gente percebe que a público comparece e as igrejas ficam lotadas em todos os horários. Foi um Festival para todas as idades e todas as classes sociais”, enfatizou.

Já o violoncelista Marcus Ribeiro, que ministrou masterclass e participou de quatro concertos, disse que “é motivo de muita alegria participar desse Festival maravilhoso. É uma grande oportunidade para as pessoas de todos os lugares e todas as idades apreciarem a música de concerto, música de primeira qualidade, com músicos de todas as partes do mundo. A cidade só tem a ganhar com um evento desse porte”.

O pianista Wagner Tiso, uma das atrações da abertura do Festival, junto com Leo Gandelman e a Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP),que também participou do encerramento, destacou que o Festival é um evento da maior importância. “Um evento muito importante, que reuniu instrumentistas do mundo todo e de todo o Brasil. Grandes músicos, composições clássicas e com cheiro do Nordeste também”, destacou.

Segundo o maestro Laércio Diniz, regente titular da OSMJP e um dos diretores artísticos do Festival, o evento mais uma vez foi um sucesso. “O nível musical sempre foi muito alto, nós conseguimos fazer uma programação diferenciada a cada ano, com grandes artistas na abertura e no encerramento. Cada vez mais a gente mostra ao público a tradição para música clássica que João Pessoa tem”, afirmou.

Para o cantor, compositor e violinista pernambucano Antônio Nóbrega, que se apresentou com a OSMJP, regida pelo maestro Julio Medaglia, no encerramento, “é um mérito o Festival estar no seu quinto ano. O evento teve uma programação de alto nível e, naturalmente, eu me sinto agradecido por ter sido convidado, principalmente por ser convidado para o encerramento, que foi uma noite festiva”.

De acordo com o violinista Alberto Johnson, diretor artístico do Festival, que também participou de uma masterclass e de um concerto, o evento correspondeu às expectativas. “Foi um Festival maravilhoso, assim como nos anos anteriores tivemos concertos de alto nível, um público espetacular, com igrejas sempre lotadas. Nós encerramos o evento muito felizes, porque conseguimos alcançar nossas expectativas”, disse.

Fonte: Redação com Secom