Política

Luiz Couto considera “vergonhoso” encontro secreto entre Temer e Gilmar Mendes

Publicado dia 10/08/2017 às 05h31min
Luiz Couto enfatizou que este governo golpista não tem limites e que “seus tentáculos corruptos encontram-se instalados também em parte do Judiciário”.

O deputado Luiz Couto (PT-PB) relatou, em plenário, denúncia divulgada pelo site Brasil 247 sobre o encontro entre o presidente ilegítimo Michel Temer e o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. “Foi mais um encontro às escuras no último domingo. Parece que essa é uma prática do presidente golpista, que também, na calada da noite, se reuniu com um dos donos da JBS, Joesley Batista. E esse encontro, pelo seu teor, foi inclusive motivo da denúncia de corrupção passiva apresentada pela Procuradoria-Geral da República”.

Na avaliação do deputado Luiz Couto, é vergonhoso saber que até um ministro da Suprema Corte e atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “se preze pelo anonimato para visitar um Presidente da República acusado de corrupção, obstrução de justiça e formação de quadrilha”.

Luiz Couto enfatizou que este governo golpista não tem limites e que “seus tentáculos corruptos encontram-se instalados também em parte do Judiciário”. Acrescentou o deputado paraibano que há quem diga, inclusive, que Gilmar Mendes além de ser amigo de Temer, seria a carta principal do baralho para livrá-lo da Justiça.

“Uma maçã envenenada se não retirada do cesto, pode comprometer o seu restante. Espero que todos esse esconde-esconde de Temer com Gilmar Mendes seja apurado. Um ministro que se oculta para se encontrar com um chefe de quadrilha não estará querendo tratar de negócios sérios que envolvem a decência desse País”, lamentou.

Fonte: Redação