Política

MDB de João Pessoa abre dissidência da estadual e define apoio à pré-candidatura de Luciano Cartaxo

Publicado dia 10/01/2018 às 23h10min
Antes mesmo da reunião começar, nota já estava pronta para que membros do diretório concordassem com postura política

Sem muitas novidades, a reunião da Executiva Municipal do MDB de João Pessoa definiu seu posicionamento político, nesta quarta-feira (10), ao anunciar que vai apoiar a pré-candidatura do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para governador da Paraíba, consolidando o caminho da dissidência às diretrizes da Executiva Estadual, que definiu José Maranhão como o pré-candidato da legenda. Antes mesmo da reunião terminar, uma nota do Diretório Municipal já estava sendo distribuída para imprensa.

De acordo com o presidente do MDB da Capital e vice-prefeito Manoel Junior, a reunião não possui poder deliberativo, já que a eleição é na esfera estadual e ali estavam reunidos apenas membros da municipal. Porém, ele pontou que o MDB de João Pessoa é o maior diretório do partido na Paraíba, com maior número de filiados e que este é o momento ideal para definir o posicionamento desta militância peemedebista.

“Aqui há a  posição política, de políticos que fazem a militância do partido, como vereadores, vice-prefeito, suplentes, lideranças partidárias. Nós não temos poder de deliberação e nem queremos ter, até porque seria inócua. Mas a importância do MDB municipal diante do clamor que estamos escutando em todas as regiões do estado, em que aonde nós chegamos, prefeitos e demais lideranças partidárias dizem no mesmo tom e de uma boca só uma única frase: queremos a unidade das oposições para apresentar à Paraíba um projeto consistente para resolver os principais problemas. Nós precisamos de um Estado e de um Governo parceiro”, explanou.

Manoel ainda relembrou que o MDB integra a oposição a governador Ricardo Coutinho (PSB) e que neste ano eleitoral é importante cumprir com os acordos firmados anteriormente, fazendo, implicitamente, referência à aliança celebrada nas eleições de 2016 em torno da reeleição de Luciano Cartaxo.

“Nós tínhamos um pacto pré-determinado que era a unidade entre os partidos da frente das oposições, como MDB, PSDB, Solidariedade e PSD. Enfim, vários partidos que gravitam no campo da oposição e esse será o tema focal: reafirmar o compromisso do MDB de João Pessoa  com a unidade das oposições e que aquele pacto que foi feito, obviamente, assim já determinado lá atrás, quem estiver melhor nas pesquisas será o escolhido. Nós temos as pré-candidaturas do prefeito Luciano Cartaxo, dos senadores Cássio e José Maranhão, do prefeito Romero Rodrigues. Cássio até já se colocou em uma condição de reeleição para o Senado, o que é legítimo, porque vem fazendo um belo trabalho em Brasília, mas obviamente nós precisamos estabelecer a cronologia dos acontecimentos e o MDB de João Pessoa não quer ficar fora disso”, explicou.

Mesmo com a reafirmação da pré-candidatura do MDB feita nos últimos dias pelo senador e presidente estadual do partido José Maranhão, Manoel Junior destacou que o principal líder da legenda vai usar o bom senso no momento certo. “Sei que dos políticos vivos na Paraíba, ele é o de maior experiência, até porque ele tem três mandatos de governador. Sem dúvidas nenhuma que Maranhão, no momento certo, como condutor de nosso partido no Estado, haverá de definir posicionamento definitivo. Se o nome dele nas pesquisas for o mais bem avaliado, haverá de ter o apoio de Luciano, Cássio, Romero e de todos os partidos que gravitam no campo da oposição. Naturalmente, nas pesquisas e que temos informação até o mês de dezembro, o nome que tem despontado nas qualitativas e quantitativas é o de Luciano Cartaxo. Mas tudo isso é fruto de um grande debate que haveremos de fazer ao longo do mês de janeiro”, refletiu.

A nota do Diretório Municipal, distribuída para a imprensa antes mesmo da reunião terminar, já estava feita muito antes do evento acontecer.

Leia nota na íntegra:

A Executiva do MDB de João Pessoa vem a público informar que, após reunião nesta quarta-feira (10), decidiu por unanimidade defender a seguinte posição para o partido nas eleições estaduais da Paraíba neste ano:

A Executiva acredita que a unidade das oposições em torno de compromissos programáticos é o melhor caminho para garantir o desenvolvimento da Paraíba nos próximos anos, promovendo transformações profundas em diversas áreas essenciais, sobretudo nas de segurança pública, saúde e educação;
A unidade das oposições na Paraíba precisa ser construída a partir da defesa de políticas públicas que melhorem efetivamente a qualidade de vida das pessoas, em todas as regiões do Estado;
Com relação à composição da chapa majoritária, a Executiva respeita e admite como legítimas as diversas postulações apresentadas, mas defende que seja escolhido como candidato a governador das oposições o nome melhor posicionado nas pesquisas de intenção de voto até este momento.
Dada a importância e também o peso que o partido tem na política paraibana, a Executiva Municipal ressalta ainda a defesa de uma presença expressiva do MDB na chapa majoritária, que será composta por um candidato a governador, um vice, dois senadores e quatro a suplentes de senador.

 

Manoel Junior
Presidente

Ronivon Mangueira
Vice-presidente

Fonte: Redação com blogdogordinho