Home Policial Dados pessoais de médicos pró-vacina vazam e são compartilhados pela deputada Bia...

Dados pessoais de médicos pró-vacina vazam e são compartilhados pela deputada Bia Kicis em grupos de whatsapp

Médicos tiveram CPF, email e telefones compartilhados em grupos de extrema-direita

247 – “Documentos com os dados pessoais de três médicos que defendem a vacinação de crianças, que estavam em poder do Ministério da Saúde, foram vazados nas redes sociais por grupos que alimentam correntes contra a imunização. Os médicos Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Marco Aurélio Sáfadi, da Sociedade Brasileira de Pediatria, e Renato Kfouri, diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, tiveram as suas declarações de conflito de interesses, entregues ao ministério, divulgadas na íntegra na internet, junto com os seus números de telefone celular, email e CPF”, informa a jornalista Malu Gaspar, em sua coluna no Globo.

“A deputada Bia Kicis (PSL-DF), que participou da audiência e se disse contrária à vacinação obrigatória de crianças, admitiu à equipe da coluna que compartilhou as declarações em um grupo de WhatsApp, mas nega que seja a responsável pelo vazamento”, prossegue a jornalista. “Solicitei ao Ministério da Saúde os termos e eles me passaram sem restrições” afirmou a deputada. “Compartilhei em um grupo de zap de médicos. Quando me avisaram no Ministério da Saúde que alguém havia postado, pedi imediatamente que quem o fez removesse. Mas o ministério me informou que os documentos iriam para o site. Por isso entendi que eram públicos”.